Uso de energia solar inclui engenheiro limeirense em documentário


Que tal encher o tanque do carro na tomada da garagem, com energia produzida pela luz solar? Esta foi uma demonstração possível numa residência de Limeira, durante a gravação de um documentário que pretende desmistificar a energia proveniente do sol.

A luz solar paga parte da conta do engenheiro elétrico João Godoy, que transformou a iniciativa sustentável em negócio. Sua experiência em Limeira será tema de um dos episódios do web documentário #Movidosporenergiasolar, produzido pelo empresário Luis Otávio Colaferro e equipe. Para mostrar exemplos, ele percorrerá 3,5 mil quilômetros a bordo de um BMW i3, modelo movido a energia elétrica comercializado no Brasil. O objetivo é que, em todo o trajeto, o veículo seja abastecido em pontos cuja energia é garantida por sistemas fotovoltaicos.

Godoy explica que o benefício do sistema foi imediato, com produção de metade da energia energia demandada na residência. A energia solar supre de 200 a 300 kWh de um consumo mensal médio de 570kWh, numa economia de cerca de R$250. A energia que não é usada imediatamente fica de crédito na conta.

Contribui para a popularização do sistema a possibilidade de gerenciar e aferir a produção das placas (ou módulos), por um relógio medidor de energia específico do tipo bidirecional. Essas facilidades são posteriores a 2013, a partir de resoluções de ANEEL. Conforme a concessionária de energia em Limeira até a data dessa matéria existem 10 clientes com medidores adequados para e Geração Distribuída - GD.

Dependendo do Investimento, a Economia pode ser de 5% até 95%, com os sistema mais básicos custando a partir de R$7 mil. Podendo obter ganhos de custo benefício atrativos que gasta mais de 120 kWh por mês em sua fatura de energia.

Para Colaferro, o sistema não deslanchou ainda no Brasil pela falta de conhecimento e consequentemente de confiança do consumidor. A intenção com do documentário é justamente mostrar a viabilidade por meio de experiências e mostrar que a luz do Sol não tem somente a capacidade de aquecer a água, mas também da efetiva produção de energia elétrica limpa e abundante.

O carro usado por ele e a equipe é totalmente elétrico, com um pequeno tanque auxiliar de gasolina usada para movimentar um gerador de emergência que auxilia o veículo no caso de um percurso com distâncias mais longas. A autonomia é de 130 km após uma carga de 5 a 6 horas, que consome cerca de 20 kWh, num custo aproximado de R$15,00. O documentário será Lançado no dia 23 de setembro numa feira internacional de energia solar, que ocorrerá em São Paulo. Interessados podem acompanhar pelo site http://movidosporenergiasolar.com.br/.


Fonte: http://www.gazetainfo.com.br/ns/noticia.php?r=noticias&id=42305


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon